Em destaque

Coleção 2020 Ready to Order

Foi unindo minhas duas paixões: o esporte e a moda, que no ano passado eu comecei a desenvolver coleções. E em parceria com a AR Sportwear, já estamos no segundo ano.

O melhor de tudo? Pensando em um consumo consciente. As coisas deste ano combinam com as coisas do ano passado. Além disso, todos os modelos são unissex, a única coisa que você precisa é ter uma mente aberta para usar novas cores.

A verdade é que,

Não é todo lugar que você vai e se identifica com as peças: as vezes falta um design legal, as vezes deixa a desejar na qualidade (e olha que a gente paga caro viu), tecnologia é imprescindível. Mas o que eu mais estava sentindo falta, era algo que me representasse.

Pensando nesses detalhes, em tudo que dá pra fazer e no que de verdade fazem por aí, além de concretizar uma incessante vontade de criar que tenho e carrego comigo desde pequena, que aos poucos ela vai tomando forma, cor e volume. Este ano pensamos que seria menor, mas não deu, ela continua grande, e cada vez mais linda!

Outra verdade é que,

Há 20 anos a franquia Ironman organiza sua tradicional competição no Brasil. Há 20 anos, mulheres atletas que também competem nesta mesma competição, são chamadas por termos masculinos, usam roupas com o símbolo masculino. Em 2019 decidi que isso ia mudar. Estampando nas minhas roupas um símbolo que me representasse de verdade e até mesmo, que estivesse em união (como no caso da nossa meia que já é top seller 2020, com o símbolo ironman e ironwoman junto).

Independente do valor que você busca: mais cores, mais representação, design, conforto ou tecnologia, a coleção do projeto InspiraTRI te oferece isso.


Os pedidos e compras podem ser feitos pelo telefone ou pelo site (ainda no início) através deste link.

Bolo de Banana 3 – 2 – 1

Bolo de banana sem glúten e sem lactose!

Partindo da premissa de que somos aquilo que comemos, cuidar do que ingerimos é fator primordial para ter o corpo que deseja e merece ter. Só vai depender de você!

Uma das coisas práticas que faço na semana é eleger uma receita de bolo (fácil e rápida) para fazer e depois de pronto corto os pedaços e congelo no freezer.

Durante a correria da semana, serve tanto de pré-treino no café da manhã, quanto de lanche da tarde. Aí vai a receita do bolo de banana que eu apelidei de 3-2-1:

Bolo de Banana 3-2-1 Sem glúten / Sem lactose

Antes de começar gosto de aquecer o forno a 200º.
Untar a forma com óleo de côco e alguma farinha da sua preferência (eu usei de coco);
Forrar o fundo da forma com lâminas de banana (Aqui separe 2, dependendo do tamanho da forma);

Em uma tigela grande misture todos os ingredientes:
– Amassar 4 a 5 bananas maduras;
– 4 Ovos;
– 1/2 xíc de óleo (eu usei o comum mesmo pois não posso usar muito o óleo de coco, mas se você não tem problemas com ele, pode usar também. Lembre-se que o gosto do coco ficará bem acentuado);
– 2 xíc. de aveia grossa ou média;
– 2/3 de xíc. de açúcar (demerara ou mascavo);
– 1 pitada de sal;
– canela a gosto;
– outras coisas que você queira adicionar a gosto (eu piquei alguns damascos e algumas nozes e misturei na massa);
– 1 colher de fermento;

Assar no forno a 160 – 180º por 25 a 30 minutos – Vai depender da potência do seu forno, coloque o timer, mas não se esqueça de dar uma olhada antes.

Espere esfriar para desenformar, corte as fatias, congele, depois de congeladas adicione em um saco com etiqueta com nome e data para facilitar nas buscas depois.

o bolo já fatiado e congelado, agora é só colocar no saquinho!

Gostou? Se já experimentou a receita, deixe aqui seu comentário!

Bom bolo e bons treinos!


Nutra Seu Corpo – Alimente Sua Alma

Assim como a comida pode nos curar, ela pode nos adoecer.

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”

“Você é o que você come”
Na teoria conhecemos essas frases de cor, mas e na prática?

Vivendo essa gangorra de emoções, incertezas, dúvidas e medos deste ano que está cheio de: “vai ou fica”, “volta não volta”, “abre e fecha”, além de ver muitos dos objetivos de curto prazo cancelados ou adiados eu reparei que comecei a abrir muitas EXCEÇÕES e descuidei muito da minha alimentação. Parecia que sempre tinha algum momento que pedia algo…

Já faz uns 20 dias que eu percebi que estava muito longe de quem EU SOU e onde eu QUERO ESTAR.

A boa e a má notícia é que nós somos os únicos únicos responsáveis pelo lugar onde nos colocamos. Quando me dei conta de tudo isso e do caminho que estava seguindo, automaticamente parei, reorganizei e decidi retomar antes que o prejuízo fosse ainda maior.

Isso pode não ter interferido significativamente no meu peso, mas fez uma grande diferença na minha composição corporal e principalmente no meu EMOCIONAL.

Sim, além de afetar o nosso corpo fisicamente, a alimentação (boa ou ruim) afeta diretamente nossos hormônios, humor, sono, disposição, imunidade, sistema inflamatório, recuperação muscular e etc. Além de criar uma dependência psicológica por determinados alimentos ou “líquidos”…

E aí eu te faço uma pergunta, sabendo que a gasolina daquele posto é ADULTERADA, NÃO PRESTA e que pode danificar o seu carro, mesmo assim, você abasteceria?

Pensando logicamente, a resposta seria NÃO

Mas e por quê, mesmo sabendo tudo isso sobre a comida, não conseguimos dizer não?

  • que os refinados fazem mal;
  • bem como a farinha branca;
  • os hidrogenados;
  • processados;
  • industrializados;
  • os “antes”,
  • ETC

É que a comida envolve muitos outros fatores além da razão e muitas vezes você não está nutrindo seu CORPO e sim a sua MENTE (EMOÇÃO) que já está condicionada e sempre que precisar, vai te pedir algo para se sentir bem, confortável, seguro, reduzir a ansiedade ou o stress…
Percebeu que tudo que citei aqui em cima tem caráter emocional, deveria ser tratado de outra maneira e não com COMIDA FÍSICA, não é mesmo?

De manhã – um pãozinho quentinho
Netflix – merece uma pipoca
Chuva – um brigadeiro
Stress – um copo de bebida
TPM – pede doce
Amendoim – vai bem com cerveja, azeitona, pastel e hambúrguer também
Domingo é dia de pizza, aliás, qualquer noite vai bem uma pizza!
Depois de uma refeição… Vem a sobremesa!
E pra não perder tempo – comida embalada / processada e industrializada

Vai fazendo a conta…

Além disso, o consumo de alimentos gordurosos, como as típicas ‘junk foods’, está associado ao aumento de depressão e ansiedade”, conta o pesquisador Cristiano Mendes da Silva, do Laboratório de Neurociência e Nutrição da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) para matéria da BBC Brasil.

Sabendo disso eu te pergunto, você ultimamente mais se alimenta para matar a fome ou satisfazer desejos ou para nutrir o seu corpo?

Só quem faz dieta sabe o quanto é sofrido perder os quilos que ganhamos com tanta “facilidade” e se tem uma coisa que eu não gosto de associar a comida ou a alimentação é ao sofrimento. PRAZER COM EQUILÍBRIO sempre!

Outra coisa legal que li nas minhas pesquisas pra escrever esse texto, é que 90% dos receptores de serotonina, estão no INTESTINO. A serotonina regula o humor, alivia a dor, logo, o que cai ali também ajuda a aliviar e o nosso cérebro entende e pede cada vez mais (aí começam os vícios)!

“Comer mal danifica o cérebro, por um processo conhecido como estresse oxidativo — a liberação de radicais livres de oxigênio no corpo acontece naturalmente e se avoluma com a idade, mas a dieta pode acelerar esse acúmulo.” Aponta um estudo da BBC Brasil.

“Mas o que faz bem ao cérebro? Alimentos anti-inflamatórios, gorduras simples (monossaturadas ou poli-insaturadas) e antioxidantes, como frutas, legumes, nozes e vinho, parecem ter um efeito restaurador sobre o órgão, protegendo-o do estresse oxidativo e da inflamação, que afeta o equilíbrio entre os neurotransmissores, responsáveis por regular nossas emoções.”

“Indivíduos que adotam dieta mediterrânea (com mais fibras, azeite, verduras, frutas e legumes in natura e poucos produtos processados) tiveram um risco 33% menor de desenvolver depressão do que aqueles cuja dieta menos se assemelhava à mediterrânea”, afirma a cientista Camille Lassale. Se você aliar uma boa alimentação a prática de exercícios físicos, é sucesso na certa!

Agora que eu te contei tudo isso, vai continuar abastecendo o seu carro de pouquinho em pouquinho com gasolina adulterada ou vai encher o tanque em um posto bom para ter autonomia e não ter despesas nos futuro com as peças danificadas do carro?

Que tal pensar no longo prazo e no maior desejo que, assim como eu, tenho certeza que você também tem?
Ter saúde sempre além de longos e tranquilos anos de vida?!

Racionalizar, como fizemos com a gasolina ajuda.

Lembrar dos seus objetivos a se manter firme neste momento também!

No meio desta nova rota, que tracei durante os dias de quarentena, conheci a @zimuoficial , que me apresentou uma comida de qualidade, de verdade e pronta para o consumo, mas com todos os nutrientes pois não vem congelada.
O que eu estou achando? Adorando não ter que cozinhar todos os dias e comer bem 🙏🏼💓

Além disso, meu pontapé inicial foi com uma experiência de Detox a convite da amiga @andrea_gusmao e adorei. Voltei aos meus planos com a @Dra.anacarlacouto
A próxima etapa é uma consulta com a minha super nutri @janainaportoalegre e agora com a @zimuoficial abastecendo o meu tanque, ninguém mais segura.

No meio de tudo isso, mentalize três palavras que podem te ajudar. Eu gosto de usar:

Foco Força e Fé.

Lembre-se que você pode. Você merece. Você deve.
Por isso eu repito

NUTRA SEU CORPO E ALIMENTE SUA ALMA.

É isso, espero que esse desabafo meu tenha servido pra te mostrar que estamos todos juntos e juntos conseguiremos superar!

Ah: Se você mora em Floripa ou região e ficou curioso para experimentar as comidinhas da Zimu, ela é parceira do InspiraTRI. Usando o cupom de desconto MARCELABALDI você ganha 5% de desconto nos pedidos que podem ser feitos pelo site ou pelo whats (depois me conta o que achou)!

Honra, Ética e a Vergonha – 3 Valores Desta Corrida para a Vida

Em uma corrida de Cross-country, o queniano Abel Muttai estava a poucos metros da linha de chegada, quando se confundiu com a sinalização, pensando que já havia completado a prova. Logo atrás, vinha o espanhol Iván Anaya que, vendo a situação, começou a gritar para que o queniano ficasse atento, mas Muttai não entendia o que o colega dizia. O espanhol, então, o empurrou em direção à vitória.

Um jornalista perguntou a Iván:

” – Por que o senhor fez isso?”

Iván respondeu com outra pergunta: ” – Isso o que?”

Ele não havia entendido a pergunta…

O meu sonho é que um dia possamos ter um tipo de vida comunitária, em que a pergunta feita pelo jornalista não seja mesmo entendida, pois não pensou que houvesse outra coisa a ser feita do que aquilo feito por ele.

Veja o restante da entrevista: ” – Por que o senhor deixou o queniano ganhar?”

” – Eu não o deixei ganhar, ele ia ganhar.”

” – Mas o senhor podia ter ganhado!”

” – Mas qual seria o mérito da minha vitória? Qual seria a honra dessa medalha? O que minha mãe iria achar disso?”

Honra, ética e vergonha na cara são princípios passados de geração em geração. Não deixe que esses princípios se percam! Por Joice Edinho.

InspiraTALK 01 – Atividade Física e Saúde – Dr. Ricardo Wallace

A primeira edição do InspiraTALK teve participação de um grande mestre, fisioterapeuta, doutor e atleta e amigo a quem eu apelidei carinhosamente de Guru Wally também conhecido como Dr Ricardo Wallace das Chagas Lucas.
Durante o nossa conversa, ele nos deu uma aula sobre atividade física e saúde, com dicas para quem está começando do zero, como definir em que nível você está e como driblar a falta de espaço e de equipamentos nesta quarentena. Além disso também pedi para que nos deixasse suas pessoas inspiradoras, seus livros e filmes favoritos.

Além de tudo o que conversamos, Wally montou um esquema básico para você identificar quais são os itens que faltam na sua vida para que você tenha uma vida equilibrada e saudável e a partir desta identificação, tomar as providências que precisa para mudar esta situação buscando os profissionais ideias e de sua confiança.

  1. Identificar que tipo de praticante de atividade física você é:

2. Fazer consultas físicas e funcionais com regularidade:

3. Descobrir quais são as atividades físicas ideais para o seu corpo e suas limitações:

4. Monitorar seus dados e evolução:

É isso. Espero que este post tenha te auxiliado com novos conhecimentos, métodos, mas principalmente, te inspirado a adotar um estilo de vida saudável aliado à prática de alguma atividade esportiva.

>>> Caso você não tenha visto ainda a entrevista, eu recomendo fortemente que assista. Ela se encontra aqui neste link. <<<

INSIGHTS – CheckList Para Provas e Treinos de Triathlon

Não basta 1 esporte, são 3. Agora imagina que no momento que você pratica cada um deles (Natação / Ciclismo / Corrida) vai perceber que tem necessidades específicas. Já parou pra pensar quanta coisa a gente tem que carregar? Quantos detalhes… Esquecer algo pode ser crucial, talvez em um momento de treino ou prova curta, você nem repare, mas se o seu dia for longo vai se arrepender de não ter usado um checklist.

Em muitos treinos longos que fiz durante o ciclo do meu primeiro Ironman, acabava esquecendo alguma coisa, as vezes grave, outras vezes não. Acontece que a gente vai repetindo tanto os treinos e acaba ligando o piloto automático, sem perceber acaba esquecendo algumas coisas.

Em semana de competição a gente fica ainda mais ansioso(a), tentando relaxar, controlar a ansiedade, pensando em todos os detalhes que precisam estar prontos até o grande dia. E uma das coisas que não deixa a gente relaxar, é ficar pensando em tudo e ter receio de estar esquecendo algo, nestas horas, ter uma lista e poder esvaziar a mente é um luxo que alivia inclusive a ansiedade e o stress.

É igual lista de supermercado, você faz a lista, vai ao super e acha que não precisa olhar, quando chega em casa adivinha? Esqueceu-se de um item que estava anotadinho ali… Quem nunca?!

Pensando nisso, montei um checklist dos principais itens, que eu considero fundamental, alguns são comuns nas três modalidades, outros são específico para cada uma delas.

E como já diz o velho ditado “O seguro morreu de velho”. Então faça o download do seu aí, imprima, dobre em 3 partes e deixe sempre dentro da sua caixa de treino ou visível onde você costuma colocar suas coisas.

Espero que gostem e que seja útil! E lembre-se de pelo menos passar o olho no seu antes de finalizar os preparos para os dias de treinos ou provas.

Um beijo e bons treinos

Checklist para provas e treinos de triathlon do InspiraTRI
Frente

Receita de Granola – Salgada

A granola doce que fiz por aqui foi um sucesso aqui em casa, não durou nem 4 dias! Veja a receita neste post.

Animada com o resultado, resolvi partir para a granola salgada, que você pode colocar também em tudo o que quiser (salada,sopas, etc.) , assim como a doce.

Por que eu gostei tanto de fazer granola em casa? Porque você sabe exatamente tudo o que vai nela, por exemplo na minha não tem açúcar e sei a qualidade dos ingredientes que estou comprando e o melhor, ainda posso escolher colocar o que quiser!

Então recorri mais uma vez ao caderninho de receitas da nutri – Janaína Porto Alegre – para fazer como base a minha receita, que ficou assim:

1/2 xícara de gergelim

1 xícara de semente de girassol

1 xícara de semente de abóbora

1/2 xícara de linhaça dourada

1 xícara de castanha de caju picada

1 colher de sopa de azeite de oliva

Ervas e temperos a vontade (eu coloquei zaatar, orégano e sal)

Modo de preparo:

Misturar todos os ingredientes, acrescentar o azeite de oliva e temperos. Levar ao forno pré aquecido em uma forma, eu sempre coloco com papel manteiga, onde as sementes fiquem espalhadas (para que todas sequem) de maneira homogênea.
Temperatura fica perto de 160-180 graus por uns 15 minutos e vou cuidando o ponto até que fiquem douradas e crocantes.
Deixar esfriar e armazenar em um pote de vidro hermético.

Antes e depois do forno

É isso! Espero que gostem e contem depois como ficou a de vocês e se adicionam algum outro ingrediente, adoro inventar receitas novas, compartilha aqui 😉

INSIGHTS – A relação entre o Ironman Salvador Dali e o Coelho da Alice

Achou “louco” o título não é mesmo? Te explico: estou falando sobre esta mesma sensação de que faltam horas no seu dia para tantas coisas. Que o tempo está voando e quando você vê, o dia já acabou, a semana, o mês, o ano…

O TEMPO

Com os treinos para o Ironman Full Distance, coisa que nunca fiz antes, em alguns momentos vejo as horas do dia escorrerem pelas mãos, ou pelo relógio e logo me vem a mente aquele famoso quadro de Salvador Dalí. A verdade é que fica sempre um pouco daquela sensação – por mais que eu faça muitas coisas no meu dia, sempre ficam coisas pendentes que não consegui fazer.

E assim como o coelho da Alice, como minha avó costuma me chamar, eu que sou acostumada a fazer tantas coisas em um único dia, inclusive a tradicão do coelho de tomar chá, acabo ficando mais ansiosa do que o normal, com pressa entre um compromisso e outro e extremamente frustrada quando esqueço ou simplesmente perco o timming. Já vira uma pendência e vou ter que deixar essa atividade para outro dia, sem falar nos atrasos, como é difícil ter fazer tanta coisa mas ter pouco tempo.

Por isso, o que mais venho tentando fazer é organizar toda A SEMANA ainda antes de ela começar, no meu caso, aos DOMINGOS.

Sim, eu adoro transformar aquele final de domingo deprê e um momento produtivo e começar a segunda já sabendo tudo o que eu tenho para fazer.

Inclusive, anotando os tempos ou distâncias do treino, para saber a quantidade de tempo do meu dia tenho que me dedicar ao pré-treino, a atividade em si e ao pós treino. Isso me ajuda muito a reduzir a ansiedade, principalmente para ter uma noite de sono tranquila.

Pensando nisso, elaborei este post com algumas dicas, se você também sofre desta sensação de falta de tempo e gostaria de gerenciar melhor o seu.

DICAS

Definir prioridades é sempre uma máxima. O que precisa ser tratado com mais urgência e o que pode esperar um pouco mais?

O que realmente depende de mim?

Uma dica boa que aprendi, é a de fazer uma lista com todas as pendências, e escolher no máximo 3 por dia para que você consiga resolver, além das atividades normais do seu dia que já vão demandar seu tempo, energia e atenção.

Desta maneira sua cabeça não fica tão cheia com coisas que você ainda não resolveu e precisa resolver e consegue pensar de forma mais clara no seu dia, sem passar o dia literalmente apagando incêndios.

Outros INSIGHTS importantes que venho tendo, que posso compartilhar aqui e que pode te ajudar no meio desse mundo louco que vivemos.

  • DELEGAR FUNÇÕES – Você não precisa fazer tudo, esqueça essa ideia ultrapassada de centralização, o mundo é colaborativo. Confie. Delegue. Acredite.
  • APRENDA A DIZER NÃO – É algo da minha família essa coisa de querer agradar a todos e não conseguir dizer não, sempre fica aquela sensação de “vou magoar o outro”. Mas neste caso, o NÃO te poupa o tempo que você sabe que poderia estar fazendo outra coisa, que para você é sua prioridade.
  • DEFINA PRIORIDADES – Cada escolha uma renúncia. Simples assim, e nas horas mais difíceis, pense que agora você está renunciando isso mas que daqui a pouco você estará em outra fase da sua vida com outras escolhas e vivendo outras situações. Nada é para sempre, são momentos.
  • NÃO SE COBRE – Ah a falsa ilusão da perfeição. Eu falhei. Não seja tão duro com você, você está fazendo o melhor que pode, se não deu, tudo bem, amanhã existe sempre uma nova chance de fazer ainda melhor. Dê o seu melhor mas seja gentil com você.
  • PRAZER E NADA – Tenha momentos de puro prazer. Eu sou intensa em tudo o que faço. Estou treinando mais do que nunca, quero me dedicar ainda mais ao meu trabalho, à minha vida pessoal, quero ler cada vez mais. Quero tudo mais! Mas as vezes não fazer nada é muito bom também e é um santo remédio.

Estes são os meus insights. Se tiver mais algum válido compartilhe aqui também.

Espero que tenham gostado e se inspirado com esta publicação para conseguir administrar uma vida corrida, mas ainda assim saudável.

Para os interessados no planner da semana, deixe um comentário aqui com o e-mail e eu encaminho.

Um beijo e bons treinos, no esporte e na vida.

Receita de Granola Caseira – Doce

Recebi algumas receitas de granolas caseiras da minha nutri – Janaína Porto Alegre e hoje decidi fazer uma para testar.

Quais são as vantagens de fazer a sua prórpia granola? Muitas: primeiro você pode colocar todos os ingredientes que mais gosta e tem uma infinidade de possibilidades, segunda é que você pode eliminar os ingredientes que não gosta (no meu caso é a uva passa!!), você també sabe a procedência e a qualidade dos seus ingredientes e no caso desta, ainda não contém açúcar e outros aditivos que muitas marcas colocam.
Consegui te convencer? Então bora lá:

Postei no stories as fotos e como a missão foi completada com 100% de êxito, segue a receita completa com as minhas adaptações.

Foto Ilustrativa

Receita de Granola Caseira de Amêndoas e Cacau:

1 xícara de amêndoas picadas ou em lascas

1/2 xícara de avelã picada em pedaços médios

1 xícara de aveia em flocos grossos

1/2 xícara de nozes picadas

pode variar com pecã também

1/2 xícara de semente de girassol

2 colheres de sopa de óleo de coco

1 colher de sopa de cacau em pó (eu misturo com o óleo de coco)

1 colher de sopa de mel ou melado

Pré-aqueça o forno, misture todos os ingredientes em um bowl ou pote e depois distribua de maneira uniforme uma forma de maneira que fiquem bem espalhados como na foto acima para que todos consigam torrar – eu cubro a forma com papel manteiga para não grudar.

A temperatura do forno vai depender do seu, eu deixei a 150-180 por aproximadamente 20 minutos e depois desliguei e deixei mais um tempinho lá até que seque bem.

O ponto é quando ela muda de cor e fica crocante.

Depois de pronta acrescente:

1/2 xícara de nibs de cacau, as vezes coloco lascas de coco sem açúcar – misturar depois de pronta!

Guardar em um pote de vidro com tampa hermética para conservar o CROC CROC e boa granola para você.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora